MEMÓRIAS: Um tributo a Euro Tourinho

0
23

Aproximaste dos 100 anos, mas fechou as cortinas do tempo aos 97 anos.

Imortalizado no livro de *Silvio Persivo, “Euro Tourinho, a Samaúma da Imprensa Amazônica” tornou-se uma lenda viva e eternizado na memória daqueles que tiveram a oportunidade de conhecer tão ilustre pessoa.

Foto: Pedro Bentes/ G1

Nas páginas da história, registrou a sua biografia, assistido e lembrado por aqueles que o conheceram como um escriba das mazelas da sociedade.

Nas teclas da sua olivetti anos 60, traduzia todo o seu sentimento com maestria conferida apenas para aqueles que nasceram para ser um mestre.

Frase célebre de Euro; “Ainda hoje trabalho diariamente no jornal, sendo o primeiro a chegar e o último a sair”

Euro Tourinho 1922 / 2019

Autor: Alexandre Fernandes

*Silvio Persivo é Economista com Doutorado em Desenvolvimento Sustentável pelo NAEA, escritor, poeta e professor de Economia Internacional e Planejamento Estratégico da UNIR.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here