ARTIGO: Seres invisíveis ou não!?

0
133
Alexandre Fernandes

Seres invisíveis ou não!?

Sempre tive o pensamento que profissionais da comunicação são seres invisíveis, ao menos uma grande parcela daqueles que exercem as suas profissões através do rádio, jornal impresso, revistas e demais meios que não necessariamente haja a presença do comunicador.

Ao contrário das Tvs, aonde é possível se expor ao público que acompanha os seus trabalhos, os demais meios de comunicação nos mantem ocultos. Nos rádios somos reconhecidos pelo timbre da nossas vozes, as vezes graves ou agudas demais; ou pelas matérias produzidas isso quando os mais corajosos colocam autores ou créditos nas matérias publicadas.

Diante da atual pandemia, agora morremos no anonimato, lembrados apenas pelos familiares ou amigos próximos que lamentam profundamente pelas perdas dos entes queridos e daqueles que por acaso souberam da perda daquele porta voz da sociedade.

Nem ao menos podemos ter o direito de sermos imunizados, mesmos estando também na linha de frente buscando e levando informações a sociedade em setores de saúde e nas ruas colhendo informações e produzindo matérias.

Pois, para que possamos ter o privilégio da vacina que salva e alimenta a esperança de dias melhores, temos que seguir o protocolo da saúde e entrar na fila conforme a nossa idade. Ao menos, alguns pioneiros da comunicação e pertencentes a terceira idade, já se deleitam com a esperança e expectativa de superar e vencer está terrível moléstia que nos assombram.

Neste momento de desalento, é preciso redobrar nossos cuidados e evitar um contagio que pode nos ceifar a vida. Se vencermos este período sombrio, certamente seremos expectadores e relatores desta pandemia do século.  

Ou morremos pela devoção da carreira escolhida ou viveremos pelo extinto natural da sobrevivência.

Alexandre Fernandes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here