Nota de Pesar

0
13

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Rondônia-Sinjor/RO lamenta a morte do jornalista Ricardo Boechat, o texto do jornalista Carlos Henrique Angelo simboliza o sentimento da categoria neste momento:

“JORNALISMO PERDE MAIS UMARicardo Boechat foi um tipo de jornalista que parece ter saído de linha na trilha de muitas outras profissões extintas do jornalismo impresso, como a anunciar a própria extinção. Não custa lembrar que, na trilha dos linotipistas, fotomecânicos, revisores e diagramadores, o jornal impresso há anos vem perdendo seu papel (com o perdão do aparente trocadilho) e, principalmente, público leitor.Alguém lembrou, nos depoimentos sobre o acidente, que Boechat era viciado em redação de jornal. Isso acontecia com a redação do Diário da Tarde, onde ele às vezes aparecia, quando trabalhava em “O Globo”. Jornal vespertino, a equipe do DT chegava logo após o almoço e só saía depois de fechar a primeira página, lá pelas dez da noite. Daí ao Raffa’s Chopp, até fechar. Depois, um café no Dia e Noite, já na companhia de Rafael Jorge e Juarez, seu gerente, e voltávamos ao DT para pegar o jornal ainda quente, na boca da impressora. Bons tempos.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here