História do SINJOR

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Rondônia (Sinjor) nasce em 1986. A Carta Sindical foi assinada em Porto Velho no dia 17 de março do mesmo ano, pelo então ministro do trabalho, Almir Pazianotto. Durante sua história, contou com a atuação de vários gestores, é importante destacar sua primeira equipe que juntos formavam a diretoria executiva do Sindicato. Os jornalistas tomaram posse na sede da Delegacia Regional do Trabalho (DRT), formado por Paulo Queiroz Bezerra (presidente), Antônio Viera Junior (secretário geral), João Ciro Pinheiro de Andrade (tesoureiro) e Cleuber Rodrigues Pereira (diretor social). Para compor a diretoria em diversos cargos e suplência, contaram com José Bosco Pereira, Carlos Neves de Araújo, Norival Hermeto Nunes Salcedo, Vinicius Abraão Coutinho Danin, Marcos Antônio Grutzmacher, Marizete Bezerra e Silva Leiter, Nivaldo da Costa Pereira, Jacinta Maria Martins de Lima, Ana Elvira Bisso Aranda, Ricardo Borges Leite, Maria Cristina Ávila da Silva, Natalino João da Costa e Álvaro Costa.

Em pesquisas a documentos antigos, os quais estão disponíveis ao público em geral, no próprio Sindicato, encontram-se registros os quais narram a história do jornalismo e da Imprensa rondoniense, por exemplo: ficou definido em uma Assembleia Geral da categoria que as atividades relacionadas ao jornalismo e publicadas no Estado seriam de responsabilidade do Sinjor/RO; assembleia foi conduzida pelo primeiro presidente Paulo Queiroz. Outro documento importante é a Lei Municipal 1.287, de 20 de dezembro de 1996, que autoriza a Prefeitura a doar área de terras ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Rondônia, terreno localizado na avenida Amazonas, 7.338.

Por um tempo de sua trajetória, o Sindicato fechou as portas – aproximadamente sete anos – por questões administrativas.  Porém, uma nova história recomeça, com a eleição de uma nova diretoria em 25 de julho de 2018. A posse se dá de fato em 14 de setembro, com um café da manhã coletivo (veja foto) que reuniu grande parte dos jornalistas de Porto Velho, reabrindo ao público no dia primeiro de outubro.

Celebração da reabertura do Sinjor.

Sua composição fica assim: na presidência, Sara Xavier dos Santos Duque Estrada de Oliveira, Vice Presidente Regional de Ariquemes – Eduard Mota, Vice-Presidente Regional de Jaru – Flavio Afonso de Carvalho, Vice-Presidente Regional de Ji-Paraná – João Batista Nogueira Passos, Vice-Presidente Regional de Cacoal – Paulo Henrique dos Santos Silva, Secretária Geral – Olívia Adna Soares Barata, Diretor Financeiro – Marcelo Freire Pereira, Diretor de Defesa Corporativa – Rony Carvalho, Diretor de Fiscalização do Exercício Profissional – Esio Mendes, Diretor de Imagem – Edson José Marques Lustosa, Diretor de Cultura – Francisco das Chagas da Costa, Diretor de Ação para Cidadania – Marcos Freire Pereira, Diretor de Formação – João Orlando Freire Zoghbi, Diretores Administrativos – Antônio Cavalcante, José Hilde Vila Forte, Osmar Miguel Cunha, Zacarias de Souza Lima Pena Verde, do Conselho Fiscal-Membro – Estanilsa Ferreira Perna, Nilson Nascimento da Silva, Suplente do Conselho Fiscal – Ildefonso Valentin Rodrigues, Delegados a FENAJ – Carlos Henrique Ângelo, e Marcos Antônio Grutzmacher.

De outubro do ano passado até agora já foram emitidas mais de 200 carteiras de identidade aos jornalistas.

Escrito por: Adriana Carvalho e Alisom Brito